Definição de Arrhenius

Escrito por: Miguel A. Medeiros
Publicado em: 04 de setembro de 2004

Definições Ácido-base
Arrhenius
Bronsted-Lowry
Lewis
Pearson

Svant Arrhenius, no final do século XIX, desenvolveu um amplo trabalho sobre dissociação de compostos. Em 1887, ele propõe a teoria de dissociação iônica, a qual dizia, que determinadas substâncias, quando dissolvidas em água, davam origem à íons positivos e negativos.

As experiências às quais Arrhenius se fundamentou, se baseavam em condutividade elétrica em soluções aquosas.

Tendo estes conceitos de dissociação em mente, Arrhenius definiu um ácido como sendo um composto, que dissociado em água, libera íons H+.

H2SO4(l)    2H+(aq)   +   SO42-(aq)

 Arrhenius definiu as bases como sendo compostos, que dissociados em água, libera íons OH-.

NaOH (s)   Na+(aq)   +   OH-(aq)

Quando se mistura uma substância ácida com outra básica, ocorre o que chamamos de reação de neutralização, que é uma reação exotérmica, ou seja, que libera calor ao ocorrer.

As reação de neutralização se baseiam na reação entre os íons H+ (do ácido) e os íons OH- (da base), formando água como um dos produtos.

H+  +  OH-    H2O

A definição de ácidos e bases de Arrhenius é utilizada até os dias atuais, entretanto, ela se aplica a poucas substâncias, principalmente, às que possuem H+ e OH- para serem liberados e só em meio aquoso.

*O texto desta página foi produzido por Miguel A. Medeiros. A reprodução ou utilização dele, merece autorização ou referência ao autor. Além do endereço desta página.

QuiProcura
Contato